Com franqueados vendendo franquias, World Study participa pela primeira vez da ABF

Rede de intercâmbio prevê faturamento de 87 milhões em 2017

São Paulo – A World Study possui um modelo de trabalho diferente do habitual. Marcelo Cansini, presidente e fundador da empresa, aposta no incomum para fazer a rede crescer. Ele não possui escritório físico, por isso está sempre com uma mochila nas costas e um notebook na mão. As reuniões são realizadas em parques, shoppings, restaurantes e afins.

Assim, na primeira passagem da empresa pela ABF, os próprios franqueados farão o atendimento dos interessados no negócio. “Queremos mostrar o diferencial da World Study logo no primeiro contato. Somos uma empresa livre e cheia de qualidade de vida. Lá os franqueados poderão contar as experiências do dia a dia e conquistar novos colegas”, conta Cansini. Na rede cada franqueado é responsável pelo seu negócio. Pode ter suas ações de marketing, seus fornecedores próprios e fazer todas as negociações de seu próprio escritório, sem a necessidade de repassar à franqueadora. “Aqui o franqueado tem a oportunidade de ganhar mais. Pois age da forma que acredita ser a mais correta para fechar o negócio”.

Com a ajuda de toda a equipe de franqueados, Thiago Espana, CEO da World Study, espera um saldo positivo com a feira. “Estamos confiantes de que nosso negócio será um sucesso na ABF. Vamos batalhar para sair de lá com pelo menos seis contratos. Será um trabalho em equipe!”. A World Study possui 42 unidades espalhadas pelo Brasil, dois escritórios na Austrália, um na Irlanda e um nos Estados Unidos. Fatura, em média, 65 milhões por ano. Apenas em 2016, esse número atingiu os R$ 79 milhões. Para 2017, o fundador acredita em um faturamento de cerca de 87 milhões. “Todo esse sucesso é fruto da dedicação de todos os envolvidos no projeto, dos franqueados e dos alunos que fazem questão de viajar com a gente”, conclui.

Em 2016, o mercado de intercâmbio cresceu 14% e o Brasil mandou 247 mil estudantes para estudar no exterior. A tendência é que ocorra um aumento de 7% a 10% em 2017, de acordo com informações da Belta, Brazilian Educational & Language Travel Association. A rede oferece cursos para estudantes desde a adolescência até o MBA. E ainda conta com um projeto exclusivo em parceria com o governo canadense, chamado TRUE Canadá. No plano, o estudante frequenta a escola de 1 a 4 meses (dependendo de seu nível de inglês) e pode trabalhar por 12 meses.

Raio X da Franquia

Investimento inicial: de R$ 60 mil a R$ 200 mil
Investimento total: de R$ 80 mil a R$ 300 mil
Taxa de franquia: varia de R$ 19 mil a R$ 87 mil
Prazo de retorno do investimento: 18 a 24 meses
Faturamento médio mensal: de R$ 30 mil a R$ 600 mil (dependendo do mercado e do desempenho do escritório
Lucro mensal: de R$ 6 mil a R$ 15 mil
Capital de giro: R$ 26 mil a R$ 30 mil
Taxa de royalties: 20%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *